Resenhas

Of Mice and Men, de John Steinbeck

17 de maio de 2016

mice-4

Entrou para a lista dos melhores livros da minha vida. Apenas.

Of Mice and Men (Ratos e Homens, na tradução), do norte-americano John Steinbeck, é um livro curtinho, com pouco mais que 100 páginas, que vem encantando leitores desde sua publicação, em 1937. Este é o segundo livro que leio do autor e sinto que o meu amor pelo seu trabalho só cresce.

mice-3

Como alguns de vocês já devem ter visto, eu fiz uma resenha em vídeo super completa de As Vinhas da Ira, outro favorito da vida, declarando todo o meu amor pela obra; e Of Mice and Men não fica por baixo. É tão encantador quanto, porém de uma forma diferente, mais delicada. Apesar de ser um livro tão curtinho, consegue ser extremamente forte e emocionante.

mice-2

O livro começa quando os dois protagonistas, George e Lennie, estão a caminho de um rancho onde vão buscar emprego na colheita. Assim como em As Vinhas da Ira, esta história se passa em Salinas, na California. Os dois protagonistas são amigos de longa data, sendo George um rapaz franzino, porém muito esperto, e Lennie, um rapagão de 2 metros de altura, muito forte, porém abobalhado. Fica claro para o leitor que Lennie possui alguma deficiência mental (não explicitada no livro) devido ao fato de ele se comportar feito uma criança de aproximadamente 5 anos, tendo dificuldade para se lembrar de coisas simples e possuidor de uma ingenuidade fora do comum.

mice-10

Desta forma, George toma pra si a responsabilidade de cuidar do Lennie, e esse é um dos pontos mais bonitos da história, a representação da forma mais pura e sincera de amizade. Eles chegam ao rancho e começam a trabalhar, mas não sem o estranhamento dos outros trabalhadores que acham a amizade dos dois algo inusitado, especialmente em meio a solidão em que vivem; além de tentarem ignorar o comportamento infantil de Lennie.

“Ain’t many guys travel around together,” he mused.

“I don’t know why. Maybe ever’body in the whole damn world is scared of each other.”

Tradução livre:

“Não há muitos homens que viajam juntos,” divagou.

“Não sei por que. Talvez as pessoas em todo o mundo tenham medo umas das outras.”

mice-7

Apesar da vigilância e dos constantes avisos de George, Lennie arranja confusão. Isso é até esperado pelo leitor, pois desde o início temos o pressentimento de que as coisas vão dar errado, apesar de torcermos pelo contrário até o último minuto. Como é de costume nas obras do autor, ele retrata a realidade da vida proletária de forma marcante, vívida e sofrida, e neste livro não é diferente. Até mesmo o teor dramático da narrativa nos dá pistas de que “a vida não são flores“.

mice-9

O “sonho americano” de George e Lennie era comprar um pedacinho de terra que fosse só deles e ali plantar os alimentos e criar os animais para o seu sustento, e ser feliz, apenas isso. Essa é a parte mais doída deste livro, a busca pela felicidade em sua forma mais simples; e a eterna esperança dessa concretização. George repete inúmeras vezes para Lennie a história de como será o futuro dos dois, no pedacinho de terra só deles onde Lennie poderá criar coelhinhos e outros animais, como forma de consolo e acalento. Quase choro só de lembrar (inclusive chorei lendo).

mice-6

Não é de surpreender que o final seja trágico. Calma, isso não é spoiler. A história trilha um caminho óbvio, mas prazeroso de ser traçado. Of Mice and Men retrata uma vida sofrida de trabalho árduo e pouca recompensa, financeira ou emocional, no período da Grande Depressão americana (1929 a 1939). É uma história grandiosa sobre homens, amizade e esperança, em meio a um ambiente hostil e cruel.

mice-1

A leitura foi muito prazerosa, me arrancando risadas e, também, algumas lágrimas. A narrativa do Steinbeck é inconfundível e apaixonante, descrições objetivas e certeiras, porém lindas; fechamentos magistrais de capítulos e imagens muito vívidas dos personagens e ambientes. Como eu li em inglês, foi maravilhoso ler o regionalismo do idioma e a simplicidade dos trabalhadores rurais em sua forma de falar (com muitos erros gramaticais e gírias). Inclusive, esse aspecto (também presente em As Vinhas da Ira) é muito importante para a ambientação do livro em seu contexto histórico-social e para a imersão do leitor. Sei que em português jamais será a mesma coisa, afinal de contas, um idioma não se iguala a outro, mas acredito que a leitura em português também seja válida. Há uma carga emocional muito grande neste pequenino e poderoso livro. Indico com todo o meu coração pra vocês. E se, assim como eu, você ama clássicos, não perca tempo!

mice-5

Adquira o livro: Saraiva (inglês) | Book Depository (inglês) | L&PM (Port.) | Pontofrio (Port.)

Editora: Penguin (Classics)
ISBN: 9780141396033
Gênero: Clássico
Páginas: 121
Adicione: Skoob
Minha avaliação:★★★★★

já viu os relacionados?

Deixe seu comentário

Comente com o WordPress

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • […] Of Mice and Men (resenha aqui no blog) para começar essa listinha de livros com finais desastrosos porque o final desse livro é de doer […]

  • […] pessoal! Eu já havia feito resenha escrita aqui no blog, mas não resisti e resolvi tentar convencer mais pessoas a ler essa obra prima que é Of […]

  • Layana maio 20, 2016

    Nossa.. parece ser muito ‘linda’ a história.. Lendo a resenha lembrei de vidas secas! Gosto muito das suas resenhas Ju!

    • Juliana Cirqueira maio 20, 2016

      Oi Layana! A história é linda mesmo! Nunca li VIdas Secas mas morro de vontade! <3 Muito obrigada, querida! <33

  • Olá Ju, acho que é a primeira vez que comento no blog.. Parabéns pelo trabalho e muito sucesso. Nossa gostei muito da resenha vou procurar para ler este livro.. Tão pequeno tem como ler até em um dia!!! Parabéns!!!

    • Juliana Cirqueira maio 20, 2016

      Oi Cinthya! Ai, que bom que você resolveu comentar por aqui! <3 Muito obrigada, fico muito feliz que goste! E espero que possa ler esse livro maravilhoso! <3

  • Marília maio 18, 2016

    Oi Ju!

    Você fez tanta propaganda dessa resenha, que não pude deixar de conferir! <3 Ficou ótima e as fotos, lindíssimas! Continue a fazer as resenhas escritas (sei que é corrido demais, obviamente). Elas ficam incríveis com o seu jeitinho de escrever! =)
    Beijinhos!
    Marília

    • Juliana Cirqueira maio 18, 2016

      Oi Marília!
      Poxa vida, muito obrigada! <3
      Eu fiz bastante propaganda justamente porque sei que muitas pessoas não acompanham mais blogs nem lêem resenhas escritas.
      Mas eu acho que fica tão bonitinho! Não é? <3
      Obrigada por passar por aqui!
      Beeeijo! :*

  • Giulia maio 18, 2016

    Oi, Ju!
    Adorei encontrar um post com resenha escrita por aqui! Sem contar que as fotos ficaram lindas!! <3
    Gostei muito do livro, é uma pena que essa capa linda seja só para a edição em inglês, né? 🙁

    Beijos,
    Giulia | http://www.1livro1filme.com.br

    • Juliana Cirqueira maio 18, 2016

      Ai, que bom, Giulia!
      Fico muito feliz que tenha tirado um tempinho pra passar por aqui e ler!
      Pois é, essa capa é da coleção de clássicos da Penguin,, infelizmente em português eles não tem tanto capricho! :/
      Beeeijo!

  • yasnaya maio 18, 2016

    Eu já chorei, apenasssssssssssss
    Já quero em inglês mesmo
    Essa capa é linda.
    Gosto muito de histórias assim, tanto é que a maioria dos clássicos são de histórias vida real mesmo e são as que mais gosto. Amo a cultura pop, mas sabe, aquela história nua e crua é a que me marca para sempre.

    Ameia resenha Ju!

    • Juliana Cirqueira maio 18, 2016

      Hahahaha que linda!
      Espero mesmo que leia pra depois me contar o que achou! 🙂
      Também amo clássicos! <3
      Obrigada por ter passado por aqui! 🙂

  • Ana maio 17, 2016

    Esse texto maravilhoso é a prova de que Juliana sabe fazer uma resenha instigante e sem spoilers não importa o veículo. Ju, parabéns! Adorei a resenha e mais uma vez, fiquei louca de vontade de ler um livro indicado por você! ???

    Melhor booktuber ???

    • Juliana Cirqueira maio 18, 2016

      Oi Ana, sua linda!
      Obrigada por ter passado por aqui e deixado esse comentário lindo! <3
      Que bom que gostou! 😀
      Hahaha obrigada! *-*

  • Rafaela Viana maio 17, 2016

    Adorei a composição das fotos, você sempre capricha nelas no insta e no blog. Adorei a resenha. Gostaria de saber se existe tradução desse livro … Meu inglês é fraquinho :'( tô doida pra ler Harry Potter em inglês, estava doidinha pra participar do nuvem em hogwarts, mas a faculdade tá puxada esse semestre 🙁 pretendo ler mais uma vez, perdi as contas você vai ver o quanto é bom a saga inteira. Em cada fase da vida eu vou lendo e o encanto permanece o mesmo. Um beijão Ju amo seu trabalho.?????????

    • Juliana Cirqueira maio 17, 2016

      Oi Rafa! Obrigada pela visita! *-*
      Que bom que gostou das fotos! Fiz com muito carinho!
      Simmm, existe sim! Eu falei na primeira linha da resenha o nome dele traduzido! E no finalzinho do post tem os links de compra dele em inglês e em português. 😉 Ahh, estou adorando Harry Potter pelo que você deve estar acompanhando nos vídeos. <3 Obrigada! E obrigada por ter passado por aqui. <3

      • Rafaela Viana maio 17, 2016

        Nem reparei os links perdão Ju! Acesso pelo celular, e nem reparei… 🙂 colocar na listas de desejados e de quero ler do skoob, adoro resenhas escritas, escrever me remete a libertação do pensamento.
        Obrigada pela atenção e carinho… ^^)
        Claro, estou acompanhando todos os teus videos de pertinho e vendo o seu encantamento por este mundo maravilhoso! <3

  • Bells Cavalcanti maio 17, 2016

    Por algum motivo, sempre imagine que esse livro fosse ser enorme! Acho que parte daquela ideia de clássicos assustadores (embora não sei porque eu pensaria assim, já nunca tive problemas com clássicos). Com toda certeza me deixou com vontade de ir atrás e ler, ainda mais por ser tão curtinho! Ótimo para quem já está afundada em livros extensos.

    As fotos também estão lindas, Ju!

    • Juliana Cirqueira maio 17, 2016

      Hahahaha gente, mas porque será? 😛
      Ele é pequenininho e maravilhoso! <3
      Acho que você vai adorar a história! Ajuda bastante a dar uma acelerada nas leituras já que é uma leitura bem rápida. 🙂
      Obrigada, Bells!

  • Renata Pereira maio 17, 2016

    Puxa, que felicidade ver uma resenha escrita por aqui…Eu gosto dos vídeos, mas confesso que curto mais a boa e velha resenha por escrito! Parece ser uma mega leitura, daquelas para inspirar mesmo. Confesso que nunca li nada do autor, e nem está na minha lista, mas como o livro é curtinho e a história parece ser emocionante, apesar de parecer sofrida me interessei pra caramba ♥
    Bjs

    • Juliana Cirqueira maio 17, 2016

      Oi Rê!
      Ahhhh eu também fico toda boba quando consigo resenhar aqui no blog, escrever é tão bom! E ver tudo prontinho lindo dá um orgulho né? Quero ver se consigo fazer mais vezes. Depois do canal acabei ficando muito mais atarefada com os conteúdos por lá e responder todo mundo, etc. Mal sobra tempo (até mesmo as leituras diminuem, infelizmente). Coloque Steinbeck na sua lista de leituras e você vai ver que ainda vai vir aqui me agradecer pela indicação! hehe. <33

    • Layana maio 20, 2016

      também fiquei mega satisfeita em ver resenha escrita por aqui! (dá até pra ler na hora do almoço) rsrs