Resenhas02 de Maio de 2015

Uma memória de Jane Austen

Post por

image9

Uma memória de Jane Austen é uma biografia escrita por seu sobrinho, James Edward Austen-Leigh, e publicada em 1870. É belíssima e traz relatos da vida familiar da autora, cartas, textos da juvenília e extras. É um prato cheio para quem tem curiosidade sobre uma das escritoras inglesas mais amadas de todos os tempos.

Era de se esperar que logo eu viria comentar essa biografia com os leitores do Nuvem. Assim que recebi o livro fiquei muito curiosa e ávida pela leitura. Como muitos já devem saber, eu me considero uma grande fã da autora e a considero uma das escritoras inglesas mais importantes e influentes de seu tempo (além de ser a minha favorita). 

image10

Essa biografia é escrita pelo sobrinho da autora que, apesar de não ter convivido por muito tempo consecutivo com ela, possui recordações muito vívidas e detalhadas que ajudam a ilustrar o que teria sido a vida de Jane Austen. O autor, James Edward Austen-Leigh, ainda era jovem porém consegue nos passar uma visão muito nítida da vida campestre e tranquila da autora, seus modos afetuosos, sua jovialidade para com os sobrinhos e familiares, e sua delicadeza de caráter. Outro aspecto que me chamou atenção foi seu relacionamento com sua irmã Cassandra, que eu já sabia ser muito forte, pois apesar de serem muito diferentes as duas foram inseparáveis durante toda a vida.

Cassandra tinha o mérito de manter seu temperamento sempre sob controle, mas Jane tinha a felicidade de ter um temperamento que não precisava ser controlado. (pág. 24)

Se Cassandra tivesse que ser decapitada, Jane insistiria em compartilhar seu destino. Esta ligação jamais foi interrompida ou enfraquecida. Elas viveram na mesma casa e dividiram o mesmo quarto , até serem separadas pela morte. (pág. 23)

image8

O livro traz quatorze capítulos, começando pelo nascimento, laços familiares e conexões, locais em que morou, descrição de sua personalidade e gostos, religiosidade, primeiros textos e crescimento gradual de sua fama, e culmina em seu precoce falecimento, aos 41 anos. Há também o capítulo cancelado de Persuasão, uma obra inacabada, o epílogo onde o autor comenta seu trabalho como biógrafo de sua tia e a reação da família, e nos extras há alguns textos inéditos da juvenília.

image6

image7

Apesar de ter sido escrita meia década após seu falecimento, essa biografia é muito completa e é considerada referência quando se trata dos relatos da vida da autora. Segundo James Edward, como a fama da tia se deu muito depois de sua morte, a família já havia descartado grande parte das cartas e escritos de Jane Austen, o deixando com pouco mais que sua própria memória como guia.

O túmulo se fechou sobre minha tia há mais de cinquenta e dois anos; e, durante este longo período, nenhuma ideia de escreve sobre sua vida foi observada por qualquer membro da família. (pág. 205)

image3

Ela era, de fato, tão pronta para confortar os tristes ou cuidar dos doentes, quanto para rir e zombar com os alegres. (pág. 104)

imagem2

O sentimento que eu tenho é que James Edwards conseguiu, de fato, nos aproximar da  autora, mostrando detalhes íntimos e triviais da vida de Jane que nós jamais saberíamos não fosse por sua convivência com ela e relato nesta biografia. Como Jane era habilidosa com trabalhos manuais (como costura, dobradura e alguns tipos de jogos), como sua caligrafia era refinada e consistente a ponto de impressionar editores, como ela era extremamente afetuosa com a família e a tia preferida dos sobrinhos, como sempre fora uma simpática amiga e sábia conselheira. Ao que seu sobrinho descreve, ela tinha o tipo de personalidade benevolente e serena.

Sua vida se passou na realização de realização de tarefas domésticas e no cultivo de afeições familiares, sem nenhuma busca ou cobiça por aplausos. Ela sempre buscou, como por instinto, promover a felicidade de todos que a rodeavam, e, indubitavelmente, teve sua recompensa na paz de espírito que lhe foi concedida em seus últimos dias. (pág. 175)

image4

image5

Por incrível que pareça, me sinto mais próxima da autora após ler essa biografia. É como se seu sobrinho tivesse preenchido as lacunas que minha imaginação não podia supor. Confesso que a Jane Austen que ele delineou é muito parecida com a que habitava em minha mente fazia tempo, mas agora ela permanece ainda mais vívida, com traços de personalidade mais definidos. O livro fez aflorar a admiração que sempre tive pela autora e ao mesmo tempo me fez lamentar ainda mais termos perdido tão cedo uma escritora tão talentosa e uma pessoa admirável. É estranho sentir saudades de alguém que nunca conhecemos?

imagem1Este livro foi gentilmente concedido ao Nuvem Literária através de parceria com a Pedrazul Editora.parceria-pedrazul
Editora: Pedrazul Editora
IBSN: 9788566549089
Gênero: Biografia
Páginas: 232
Adicione: Skoob
Minha avaliação: ★★★★★
+ Leia aqui a resenha escrita de Lady Susan, de Jane Austen.
+ Assista aqui a vídeo resenha de Lady Susa, de Jane Austen.

já viu os relacionados?

Deixe seu comentário

Comente com o WordPress

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Caroline Maio 15, 2015

    Comprei essa semana Uma memória… e Lady Susan, depois de ler sua resenha. Só fiquei desapontada com o papel do meu exemplar de Lady Susan, que diferente de Uma memória… é em papel jornal (tipo papel de gibi). A editora me garantiu que todos os livros deles são em papel pólen soft da melhor qualidade (só o meu que não???). Agora to com medo de comprar os outros livros da editora…

    • Juliana Cirqueira junho 3, 2015

      Oi Caroline!
      Obrigada pela confiança nas minhas resenhas! <3
      Então, deve ter tido algum erro, você tirou foto e mandou pra editora? Os meus tem o papel pólen soft mesmo, amarelados. Tenho certeza que se você conversar direitinho eles serão atenciosos e trocarão pra você. Achei bem estranho sua edição ser diferente. Que chato! :/
      Mas assim, saiba que tenho vários livros deles e são todos muito lindos, em edições bem caprichadas.
      Beijo grande!

  • Sarah Reinoso Maio 7, 2015

    Oi Ju, tudo bom? Sinto muita vontade de começar Jane Austen por Orgulho e Preconceito mas acho que sou muto nova. Eu também tenho um blog e respondi uma TAG que pedia que eu marcasse 11 blogs literários para responder também! E eu marquei você, espero que você responda! Aqui está o link.Bjss
    http://apenasmais1livro.blogspot.com.br/2015/05/tag-liebster-award.html

    • Juliana Cirqueira Maio 7, 2015

      Ahh, nunca se é muito novo para começar a ler um livro clássico! Experimente. <3
      Vou dar uma olhada no link. Obrigada pela indicação. 🙂

      Beijos.

  • Talita Beccalli Maio 4, 2015

    Livros e mais livros T.T eu não dou conta de tanta leitura e pouco tempo. Desejando o poder de viagem no tempo como os de Questão de Tempo. Aí eu voltaria no tempo para ler. Isso. Ler. <3

    Beijos

    • Juliana Cirqueira Maio 4, 2015

      Eu também não estou dando tanta conta assim viu? Estou publicando mais vídeos do que resenhas escritas. Não sei se você percebeu. :/ Mas enfim, também adoraria voltar ao tempo e ler milhõessss de livros, haha.

      Beijos! <3

  • Vitor Hugo Maio 4, 2015

    Oi Ju, bom primeiramente dizer que adorei o formato novo do blog que está muito lindo e você mais todos que trabalharam estão de parabéns. E depois quero parabenizar por esse post, creio que mais uma vez me despertou um interesse de ler os livros da Jane e essa biografia do sobrinho dela. Me parece que vou encontrar muito da inspiração da Julia Quinn na pessoal materializada nessa obra auto biográfica. Com certeza já esta na minha lista esse livro como tantos outros que você indica. Valeu por mais essa dica, a aproveitando quero te agradecer pela influência, já estou lendo o quarto livro dos Bridgertons e comprei o volume 5 a poucos dias. Estou adorando!
    Abraços.

    • Juliana Cirqueira Maio 4, 2015

      Oi Vitor!
      Fico muito feliz em saber que gostou da minha indicação dos livros da Julia Quinn e está gostando da série. 🙂
      A Julia Quinn tem uma pegada da Austen, mas ainda assim ler Jane Austen é beeem diferente. Talvez você goste!
      Obrigada pelos elogios quanto ao blog e meu trabalho. <3

      Beijos!

  • Renata Maio 3, 2015

    Eu ainda não li esse livro. De memórias da Jane Austen só li “As memórias peridas de Jane Austen” que também é bem interessante. Esse do sobrinho dela está na minha lista, não poderia faltar né? Como sempre as edições da Pedrazul são caprichadas, tenho alguns livros e marcadores e realmente ficamos babando pelo capricho da editora.
    Ainda não tinha visitado com o lay novo. Como já tinha falado antes, gostava muito do layout do blog, mas está mesmo bonito, parabéns!
    Bjs

    • Juliana Cirqueira Maio 3, 2015

      Oi Renata! 🙂
      Eu queria muito ler esse que você mencionou! Parece ser lindo.
      Sim, as edições da Pedrazul são colecionáveis. hihi <3

      Ahh que bom que gostou, apesar de gostar bastante do anterior, haha. Eu gostava, mas estou ainda mais satisfeita com esse. 🙂

      Obrigada!
      Beijo grande.