Resenhas

Coraline, de Neil Gaiman

09 de março de 2015

P4240001

Essa uma história que não é tão colorida como os contos de fadas. Tudo está mais para preto, violeta, marrom e carmim. Mas quem disse que isso é ruim? Chocolate pode ser marrom, um batom pode ser carmim, as mais belas flores, violetas, e o céu pode estar preto com estrelas. Conheça Coraline, de Neil Gaiman, publicado em 2012 pela Editora Rocco.

Que Neil Gaiman escreve histórias peculiares e atraentes muitos leitores já sabem, mas acredito que este livro, em especial, traz uma personagem que nos apresenta um mundo misterioso, atraente e até letal, bem diferente de outras histórias que ele já escreveu. Coraline é uma menina que se muda com seus pais para uma antiga casa. A casa é tão grande que outras pessoas moram lá também. Ela sempre encontra uma forma de se divertir dentro e fora da casa. Existem muitas janelas por todo o casarão e também muitas portas, mas uma porta, em particular, transporta Coraline para outro mundo. Na verdade, é um lugar quase igual a casa onde ela mora, só que muito, muito melhor. Lá tudo tem mais vida, a comida é muito mais apetitosa e os moradores de lá, tão semelhantes aos pais da garotinha, são pra lá de legais. Tudo parece perfeito. Coraline deseja permanecer lá, mas ela precisa passar por uma pequena mudança. Uma mudança um tanto horripilante. À medida que ela percebe que essa nova casa não é tão perfeita ela precisa reunir toda a sua esperteza e coragem para sair de uma emboscada e, junto a um simpático gato preto falante, salvar três amigos incomuns que ela acaba conhecendo. Essa menina tão curiosa precisa escolher entre o mundo real e o mundo ideal.

P4240008

Decisões são tomadas por todos diariamente. São elas que acabam definindo o que queremos e como estaremos. Cada um possui sua própria realidade, por mais sombria que ela possa ser. Não é errado querer fugir das situações horrorosas. Acabamos abrindo uma verdadeira porta paralela, um refúgio, contra tudo o que nos atormenta, para nos abrigar e nos fazer esquecer todos os problemas. Essa mesma porta acaba nos levando a um universo muito desejado, onde tudo parece fazer sentido. O grande problema é que uma hora ou outra precisamos retornar para nossas verdadeiras vidas. Coraline sonha em permanecer naquela casa confortável e mágica, onde todos os seus desejos podem ser atendidos, mas vai percebendo que nem tudo é completo.

(…) Coraline suspirou.

– Você não entende, não é? – disse. – Eu não quero tudo o que eu quiser. Ninguém quer. Não realmente.

Que graça teria ter tudo o que se deseja? Em um piscar de olhos e sem o menor sentido? E daí? 

P4240015

A partir do momento em que Coraline começa a questionar o que realmente seria ideal ela vê que por pior que seja sua casa verdadeira é lá que residem as pessoas que possuem uma história com ela, é lá que está a sua vida. Ela passa por grandes apuros durante o livro e após superar todos os enigmas e sobreviver a cada um deles ela compreende que precisava confrontar os próprios medos e ser corajosa para transformar seu mundo real num lugar melhor, talvez não ideal, mas com certeza melhor, e que dessa forma teria força para ajudar seus amigos.

(…) Seu novo uniforme escolar foi colocado cuidadosamente sobre a cadeira para que ela o vestisse quando acordasse. Normalmente, na noite anterior ao primeiro dia de aula, Coraline ficava apreensiva e nervosa. Mas ela entendeu que não havia mais nada na escola que a pudesse amedrontar. 

Todos possuem problemas, uns com piores e outros com menores. O problema de Coraline era com sua família, principalmente. Um mundo alternativo e melhorado apareceu para ela. Pensou estar num paraíso, mas não havia paraíso algum. Quando ela percebeu que queria sua antiga vida de volta teve de se superar e eliminar seus próprios fantasmas, vencer o medo e assim começar a dar mais cor a si mesma e a tudo ao seu redor. Isso acontece na ficção, muito, mas dar cor a nós mesmos e às nossas vidas é uma tarefa que merece ser realizada. Isso inclui tentarmos superar nossos temores e lembrar que acima do nosso medo deve prevalecer a nossa coragem.

P4240022

Coraline me fez ver que não há perfeição no mundo real e muito menos no mundo ideal. Apesar da atmosfera perturbadora do livro é uma história divertida e motivadora. Com personagens curiosos e enigmáticos, o livro pode ser lido por qualquer um. Não há como não se encantar por essa menina e pelo seu amigo gato. Uma obra tão especial e inesquecível criada pelas brilhantes ideias de Neil Gaiman.

Editora: Rocco 
ISBN: 8532516262
Gênero: Fantasia / Ficção
Páginas: 155
Adicione: Skoob
Minha avaliação: ★★★★★

já viu os relacionados?

Deixe seu comentário

Comente com o WordPress

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Talita Becalli março 16, 2015

    Coraline <3 Só conheço o filme, infelizmente. Algo que parecia tão infantil e que acabou me surpreendendo. Confesso ainda não ter coragem de ler alguns livros do Neil devido a puro medo mesmo. Apenas li um livro dele : O oceano no fim do caminho. Gostei bastante da escrita, da trama e do clima fantasiado do autor.
    Sou muito curiosa para esse livro, O mistério da estrela e Lugar Nenhum.

    • Raonny Bryan Metzker abril 28, 2015

      Neil é fabuloso! Já li dele Stardust e amei também! Ele é bem peculiar na escrita, mas muito profissional e cuidadoso com as palavras!

  • Mareska março 11, 2015

    Tenho um amor tão grande por Coraline <3 lembro que morri de medo da outra mãe oO

    • Raonny Bryan Metzker abril 28, 2015

      Também a amo!!!!!! ♥

  • Renata março 10, 2015

    Olá!
    O primeiro (e único) livro que li do Neil Gaiman foi o oceano no fim do caminho, que não curti tanto quanto as demais pessoas….mas depois que vi o filme Coraline fiquei com muita vontade de ler o livro, pois achei a história muito bacana, para refletir mesmo….mesmo nas partes mais sombrias…srsrsrs. Então esse é um livro que realmente quero ler.
    Bjs

    • Raonny Bryan Metzker março 11, 2015

      Oiii! Eu já li 3 livros do Neil: STARDUST, CORALINE e ODD E OS GIGANTES DE GELO. Amo esses três livros dele! São maravilhosos! Espero que você curta quaisquer outras histórias dele! Ele é demais!