Resenhas

O Duque e Eu, de Julia Quinn

08 de Março de 2014
oduque
“O Duque e Eu” da autora Julia Quinn foi publicado pela Editora Arqueiro em 2013 e é o primeiro livro da série Os Bridgertons, composta por 8 livros. É um romance de época perspicaz e inteligente, que deleita o leitor com diálogos bem escritos e personagens muito bem elaborados, além de acrescentarmos um “quê” de Jane Austen, inspiração das autoras deste gênero.

A Série “Os Bridgertons”

A série é composta por 8 livros, cada um deles contando a história de um dos irmãos da família Bridgerton. A mãe, Violet Ledger, os nomeou em ordem alfabética, na ordem: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth. No início do livro “O Duque e Eu”, primeiro da série e protagonizado pela Daphne, a autora nos traz a árvore genealógica da família para que possamos compreender melhor a ordem dos irmãos (e dos livros!).

IMG_0306
Enredo e Protagonistas

O livro nos situa na encantadora Londres em meados do ano 1813 em uma época chamada de “Temporada”, onde as mocinhas que se encontram em idade para casar frequentam bailes luxuosos com suas mães e irmãos a fim de conhecer seus futuros pretendentes. Para felicidade (e desespero) das mães casamenteiras, eis que chega o perfeito bom partido: Simon Basset, o duque de Hastings. Após retornar de 6 anos viajando pelo exterior, o duque – de irresistíveis olhos azuis – é bonito, rico, bem educado, e perfeitamente solteiro.

O único problema é que Simon está convicto de que nunca – veja bem: nunca! – poderá se casar. O que Simon mais deseja é saborear a vingança de jamais dar continuidade ao ducado herdado de seu pai, cuja rejeição está fortemente enraizada em sua alma desde criança. Ponto positivo para o livro: A história da vida de Simon é explorada com riqueza de detalhes e muito bem construída pela autora. A narrativa deste primeiro momento do livro é em 3ª pessoa e somos introduzidos a todos os fatos e sentimentos dos personagens, o leitor é onisciente.

É em meio a Temporada que conhecemos Daphne Bridgerton. Nossa protagonista é uma donzela em idade de casar, e é isso que ela mais deseja, porém Daphne não é como todas as mocinhas desta sociedade, ela é inteligente, bem humorada, sabe conduzir uma conversa afiada, e não é bonita dentro dos padrões comuns, como diria seu irmão Anthony: “ela é a exceção à regra”. Talvez por isso seus possíveis candidatos apenas a enxerguem como amiga. Mais do que tudo, Daphne deseja se casar pois isso dará a ela uma família. Em suas palavras:

“Eu quero um marido. Uma família. Não é tão bobo quando se pensa nisso. Sou a quarta de oito filhos. Só conheço famílias grandes. Não sei se saberia existir fora de uma.”

Daphne e Simon se conhecem por acaso em um baile da Temporada e Daphne se surpreende por encontrar de repente um estranho tão atraente a ponto de fazê-la pensar nele como pretendente, enquanto Simon praticamente não consegue manter as mãos longe dela. Faíscas.

Por mera coincidência do destino, Simon acaba descobrindo tarde demais que aquela doce senhorita é nada mais nada menos que a irmã de seu melhor amigo, Anthony Bridgerton (protagonista do segundo volume: “O Visconde que me amava”), e por mais que o desejo o consuma por dentro, Simon sabe que jamais seria capaz de trair essa amizade envolvendo-se com Daphne sem desposa-la.

Entretanto, após cansativos bailes pomposos e mães obstinadas a casar suas filhas, Simon e Daphne resolvem bolar um plano para sobreviver a essa Temporada. Eles irão fingir estar envolvidos, para que Simon possa fugir do radar das mães e para que os pretendentes de Daphne comecem a enxergá-la de outra forma, sendo cortejada por um duque. É um plano infalível, porém arriscado, pois a única coisa capaz de arruina-lo seria um dos dois (ou ambos) levarem a brincadeira a sério. Enquanto Lady Bridgerton está radiante de felicidade pelo cortejo da filha mais velha, Daphne teme se apaixonar por alguém que não tem os mesmos objetivos que ela, mas tendo sido criada com 3 irmãos mais velhos, Daphne acredita ter conhecimento suficiente do mundo masculino para resistir à qualquer possível investida de Simon, que por sua vez luta para não perder seu auto-controle perto da jovem e despretensiosa Daff.

oduqueeeu

Minhas Impressões

Virei fã deste gênero literário há pouco tempo e já arrumei mais uma escritora favorita: Julia Quinn. Romances de Época seguem uma fórmula eficaz e fácil de entender, é um romance comum com alguns elementos extras, em sua maioria: Protagonista + Par Romântico + Cenários e figurinos de época + Problemática + (Muito!) Desejo + Consumação + Separação + Final Feliz com cenas picantes (presentes em vários momentos). Parece clichê? Sim. Funciona? Sim. Acredito que o que faz “O Duque e Eu” funcionar seja a forma como Quinn explora os “porquês” da história e dá vida a seus personagens. Me encantei com a escrita da autora e já quero ler todos os livros da série! Não pude deixar de fazer, como todos, a comparação com a escrita e enredo dos romances da Jane Austen, e é muito bom saber que outros autores se inspiram nela para escrever livros apaixonantes como este.

Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411461
Gênero: Romance Histórico
Páginas: 288
Adicione: Skoob
Minha avaliação: ★★★★★

já viu os relacionados?

Deixe seu comentário

Comente com o WordPress

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jéssica setembro 15, 2015

    Eu comprei o Duque e Eu por causa dessa resenha eu li ele em um dia e amei muito o livro e já li todos um melhor do que o outro

  • […] Brigdertons, O Visconde Que Me Amava, da autora Julia Quinn (obrigada amor, pelo presente!). Eu li O Duque e Eu, primeiro livro da série, há algum tempo e havia gostado bastante da escrita da autora e dos […]

  • Antônia Março 20, 2015

    Amei a resenha , parabéns ! se quiser visite o meu blog . Bjs

  • Isabela Fevereiro 4, 2015

    Amo de paixão essa série! Julia Quinn virou a minha escritora de romance de época favorita… É impossível não se apaixonar pelos Bridgertons! Daphne e Simon são muito lindos e tem uma química perfeita.

    Visitem meu blog, resenhas, dicas e indicações de livros, filmes, séries e muito mais…
    https://manualinvertido.wordpress.com

    • Juliana Cirqueira Março 20, 2015

      Oi Isabela,
      Que legal, eu também adoro! 😀
      Concordo com tudo que você colocou aí, hehe.

      Obrigada pela visita e comentário!
      Beijo grande! <3

  • Bárbara Zippert Janeiro 12, 2015

    Oi Juliana!

    Comprei esse livro na Black Friday e será minha próxima leitura. Vim dar uma olhada na sua resenha e não me arrependi da compra, pelo contrário, estou mais ansiosa para ler! Parece ser o tipo de romance que gosto também. 🙂

    Bjs

    • Juliana Janeiro 14, 2015

      Ei Bárbara! Que legal!
      Espero que goste de O Duque e Eu, eu amei a leitura!

      Beijão.

  • Geovana Cristina julho 20, 2014

    Olá Juliana,
    Amo esses romances de época, inspirados nos livros da Jane Austen, e fiquei fascinada e encantada pelo enredo.
    Já tinha ouvido falar nesta série da Julia Quinn e agora, estou muito mais curiosa para ler.
    Você caprichou muito na resenha, está de parabéns!!
    Beijos.

    • Juliana agosto 10, 2014

      Oi Geovana!
      Obrigaaaaada pelos elogios a resenha, hehe, fico muito feliz que tenha gostado! 🙂
      A série é muuuuito linda mesmo, vale a pena ler! <3
      Beijos!

  • Adriana julho 8, 2014

    Estou doida por esse livro, super curiosa para conhecer essa história e os demais livros da coleção, só a capa dele já me encantou muito.
    Sucesso total pra você! Beijos

    • Juliana agosto 10, 2014

      O Duque e Eu, e toda a série Os Bridgertons é muito bacana! Você vai amar! <3

  • Marília Março 13, 2014

    Oi Ju,

    Adorei a resenha! Só aumentou ainda mais minha vontade de ler essa série. Já tinha visto outras resenhas positivas e a sua só me fez ficar mais interessada.
    O seu post (e blog) estão impecáveis. Parabéns pelo capricho.

    Abraços,

    Marília – http://www.paginaseletras.com.br

    • Juliana Março 13, 2014

      Ai, que legal! Que bom que gostou!
      Awn, muito obrigada Marília! <3
      Beijão.

  • mell Março 10, 2014

    Nossa que post lindo e caprichado assim não tem como fugir da historia
    beijos

    • Juliana Março 10, 2014

      Hahaha. Muito obrigada, Mell. *-*
      Beijão <3

  • Raquel Moritz Março 9, 2014

    MEU DEUS COMO EU AMO ESSES LIVROS <3
    HUAEHUHEHUAE

    Essa influência da Jane Austen na escrita da Julia Quinn é tão perceptível, mas não incomoda. Adoro as personagens :)))))

    <3

    • Juliana Março 9, 2014

      HUAHUAHUAHUAHU. A empolgada! hehe.
      Não me incomoda também, muito pelo contrário, me faz ficar mais feliz ainda com os livros! :B
      <3

  • Renata Pereira da Silva Março 9, 2014

    Oi Ju, tudo bem?
    Hahahahahaha….mais uma apaixonada por Julia Quinn. Bem vinda ao clube! Vc não vai se arrepender!
    Eu comprei o Duque e eu por acaso numa promô da Saraiva ano passado. Foi pá..púm….AMEI!
    Li mega rápido e loucamente reli em seguida kkkkkk Acho a escrita dela bem divertida e apaixonante e apesar disso, acho que ela escreve com muita simplicidade, como se pudéssemos conhecer aquelas pessoas se vivêssemos naquela época. Gosto dos dramas, do amor familiar e morri de rir com a colunista do jornal. Já li os outros dois e continuo in love. Nem sei te dizer qual prefiro, acho que só está melhorando, com mais espaço para outros personagens que eu amo. Adoro a Violet, não sei se vc se apaixonou por ela também. Morri de rir com os diálogos dela.
    Não tem como não comparar com Jane Austen, né? Agora estou procurando outros livros dessa autora, pois quero muito ler outros.
    Grande beijo!

    • Juliana Março 9, 2014

      Oi Renata! Tudo ótimo! 🙂
      Ai, que bom saber disso! Até porque já quero todos os outros livros *-*
      Também adorei a Violet, hahaha. Apesar das loucuras de mãe, hehe.
      A escrita da Julia é muuuito gostosa mesmo, simples, fluída, interessante e bem humorada! Eu adorei!
      Não tem como comparar, mas a gente consegue ver claramente um “quê” de Austen com essa temática familiar, romance “impossível” e final feliz glorioso, né? (Que eu adoro!) <3
      Beijão.

  • Ni Portela Março 8, 2014

    Não consegui gostar tanto quanto você, achei uma leitura legal, mas só, sabe? E não legal a ponto de eu reler… Não sei, não consegui gostar muito, mas os diálogos da primeira parte do livro são, ó, um amor! <3

    • Juliana Março 9, 2014

      Oi Nizinha linda!
      O que eu mais gostei foram os diálogos mesmo, e o Simon, nhac <3
      E adoro romance histórico justamente por ter a série sobre a "família" e tal. *-*
      Obrigada pela visitinha! 🙂 <3

  • Mariana Março 8, 2014

    Quando tem historia fofa assim eu nem ligo se é cliché. Saio lendo como se não houvesse amanhã.
    Vou esperar outra promoção para pegar esse XD

    • Juliana Março 9, 2014

      HUAHUAAHUHUA idem, Mari! <3
      Leia mesmo e depois me conte! Acho que você vai gostar!

  • Daniela Farias Março 8, 2014

    Adorei a resenha Ju, fiquei muito feliz em saber que você gostou!
    Agora preciso comprar um exemplar para mim porque estou morrendo de curiosidade para ler essa série. 🙂
    Se puder leia “Perdida” da Carina Rissi, tem o mesmo enredo e creio que você irá gostar.
    Beijoquinhas! <3

    • Juliana Março 9, 2014

      Dani, eu ameeeei! Obrigada pelo presente lindo!
      Agora você precisa ler esse livro! É muito bom.
      Hummm, já está anotadinho na minha wishlist então 😉
      Beijão <3