Desafio Mais Filmes Filmes & Séries

Assistidos em Fevereiro (Desafio Mais Filmes)

27 de fevereiro de 2014

1471147_693151294038062_1035158852_n

“Mais Filmes em 2014″ é um projeto criado pela Thaís do Pronome Interrogativo e consiste basicamente em assistir 01 filme por semana durante o ano todo de 2014, ou seja, 52 filmes em 52 semanas.

Filmes Assistidos em Fevereiro:

films


1. “Amor Além da Vida”, de Vincent Ward. (1998) – 113 minutos.

Nota: 5/5

1546430_10153850332975455_1976709696_n

Chris Nielsen (Robin Williams) e Annie (Annabella Sciorra) viviam muito felizes até que seus dois filhos morreram em um acidente. Agora o casal bastante afetado tenta superar a morte dos filhos e levar a vida adiante. Mas quatro anos depois Chris morre também em um acidente e vai para o Paraíso. Lá descobre que tudo pode acontecer e que Annie desiludida comete suicídio e por isso não poderão se encontrar, uma vez que quem comete suicídio é enviado para outro lugar. Mas mesmo assim Chris fará de tudo para que eles se reencontrem, mesmo sabendo que Annie não o reconhecerá caso isso aconteça. Fonte: Filmow.

Minhas impressões: A história de um grande amor que sobrevive a tudo, até a morte. O filme trata de assuntos polêmicos como vida e morte, céu e inferno, e reencarnação. Já assisti MUITAS vezes e adoro esse filme! Robin Willians é um dos meus atores favoritos de todos os tempos.


2. “Alma Perdida”, de David S. Goyer. (2009) – 100 minutos.

Nota: 3/5

almaperdida

A jovem Casey Bell não sabia que tinha um irmão gêmeo, muito menos que ele havia morrido antes do parto. A melhor maneira de descobrir é sendo assombrada pelo espírito dele, que quer assumir seu corpo. Fonte: Filmow.

Minhas impressões: A história em si é boa, mas o desenvolvimento da trama e as cenas de susto deixam um pouco a desejar. As explicações poderiam ter sido melhor exploradas. No mais, a protagonista salva. É um filme interessante porém cai um pouco no clichê do terror básico. Bom entretenimento e só.


3. “O Morro dos Ventos Uivantes”, de Andrea Arnold. (2011) – 129 minutos.

Nota: 5/5.

iyjsxb4ipwycvy3p3pvxjnlig7u

Nova adaptação do romance clássico escrito por Emily Brontë, mostra a história de duas gerações das famílias Earnshaw e Linton, enquanto suas fortunas se entrelaçam numa complexa trama, dominada pelo ardente relacionamento entre dois amantes amaldiçoados, Heathcliff e Cathy.
Heathcliff é um jovem adotado por uma rica família na Inglaterra. Com o tempo, ele nutre uma obsessão por Catherine Earnshaw, sua irmã adotiva. Quando descobre que ela irá se casar com Edgar Lindon, Heathcliff resolve fugir para fazer fortuna, para que no futuro possa retornar e conquistá-la. Fonte: Filmow.

Minhas impressões: Fotografia belíssima e impecável nessa nova adaptação do clássico literário de Emily Brontë, em uma versão mais introspectiva e triste de “O Morro dos Ventos Uivantes”. Trilha sonora, locação e atuações em perfeita sintonia fazem desta uma obra-prima cinematográfica. Imperdível.


 

4. “O Homem do Ano”, de José Henrique Fonseca. (2003) – 105 minutos.

Nota: 3.5/5

homemdoano

Uma ingênua aposta entre amigos transforma Máiquel (Murilo Benício), um homem comum, em um assassino e herói de toda uma cidade. Deixando-se levar pelos acontecimentos, Máiquel torna-se respeitado por bandidos e pela polícia, sendo também amado por duas mulheres. Até que comete seu primeiro erro e é obrigado a tomar de volta o controle do seu destino. Fonte: Filmow.

Minhas impressões: O que dá vida a este filme é a grande inversão de papéis, representada pelas decisões de Máiquel e suas consequências. Quando um homem inocente se torna vítima de suas próprias decisões para virar um assassino. Por questões de sobrevivência ou não, ele se torna um herói as avessas. Excelente enredo e atuações.


5. “Ponyo: Uma amizade que veio do mar”, de Hayao Miyazaki. (2008) – 101 minutos.

Nota: 4/5

ponyo

Ponyo é uma peixinha dourada que conhece o garoto Sosuke, de apenas cinco anos de idade. A amizade entre os dois é tão grande que Ponyo resolve se tornar humana só para ficar mais tempo ao lado de seu amigo. Fonte: Filmow.

Minhas impressões: É uma animação super delicada e graciosa sobre a amizade de um menino e uma menina-peixe, e sua determinação de ficarem juntos. A história envolve as forças da natureza, humanizando-as, e nos apresenta o desastre natural Tsunami através do simbolismo de uma lenda, e também aborda assuntos de conscientização moral, tais como os maus tratos dos humanos à natureza. Hayao Miyazaki é um grande nome na animação japonesa e nos remete aos desenhos de nossa infância, não computadorizados, comovendo através da beleza da simplicidade.


6. “Se enlouquecer, não se apaixone”, de Anna Boden e Ryan Fleck. (2010) – 101 minutos.

Nota: 3/5

seenlouquecer

Neste drama-comédia situado na cidade de Nova York [baseado no romance de Ned Vizzini], Craig, 16 de anos de idade (Keir Gilchrist), estressado com as demandas de ser um adolescente, se interna em uma clínica de saúde mental. Lá ele descobre que a ala dos menores está fechado – e se encontra preso na enfermaria adulta. Um dos pacientes, Bobby (Zach Galifianakis), logo se torna o mentor e protegido de Craig. Craig também é atraído à outra paciente de 16 anos, Noelle (Emma Roberts). Com uma estadia mínima de cinco dias imposta nele, Craig é sustentado por amizades de dentro e fora da clínica enquanto ele aprende mais sobre a vida, o amor, e as pressões do amadurecimento. Fonte: Filmow.

Minhas impressões: É um filme que muito promete e pouco cumpre. Não conseguiu me tocar nem nos momentos mais propositalmente “emocionantes” da trama. É um filme com uma narrativa lenta e pouco desenvolvida, não traz grandes surpresas ou descobertas. Com personagens mornos, o filme quase alcança seu objetivo perto do final, mas novamente, não consegue tocar o público. É um enredo interessante que poderia ter dado MUITO certo com uma pitada a mais de tempero. Algumas cenas e frases no final compensam trazendo um tom reflexivo e maduro ao filme.

Me adicione no Filmow.
lista dos 52 filmes que pretendo assistir em 2014: aqui.

já viu os relacionados?

Deixe seu comentário

Comente com o WordPress

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Amanda E. março 5, 2014

    Como ponyo só levou 4/5 não acredito haha. Não gostei de o morro dos ventos uivantes achei muito longo e chato. Comecei a ver se enlouquecer não se apaixone mas acabei dormindo é a vida haha.
    http://www.pipocacomfilmes.blogspot.com

    • Juliana março 5, 2014

      Oi Amanda!
      Eu gostei muito de Ponyo, mas só dou 5 estrelas quando realmente “favorito” o filme, hehe.
      Tem milhões de versões de O Morro dos Ventos Uivantes, tem algumas mais lentas, outras mais animadas, tem algumas até estilo “high school”, hahaha. Mas tudo depende de a pessoa gostar ou não da obra literária, da temática em si, etc.
      O “Se enlouquecer, não se apaixone” eu não gostei muito, foi meio arrastado pra mim também, rs.
      Obrigada pela visita! Beijão.

  • Joyce março 1, 2014

    Que post mais inspirador para alguém como eu, que está atrasada com o Projeto rs *–*. Estava vendo a sua lista, e não assisti nenhum dos filmes que você pretende ver, mas tem vários lá que também irei ver esse ano. Não conhecia “Se Enlouquecer, Não Se Apaixone”, e apesar dos seus comentários não serem muito bons sobre o filme, eu pretendo vê-lo. Boa sorte com o desafio!

    Beijo, Joyce.
    olhardeumanerd.blogspot.com.br

    • Juliana março 5, 2014

      Ai, que bom que você gostou! *-*
      Estou tentando “manter a linha” com o projeto, haha.
      De vez em quando quero mudar os filmes da lista, HUAHUA.
      De vez em quando eu mudo MESMO! hehe 😀
      Obrigada pelo comentário! E boa sorte pra você também!
      Beijos <3

  • Raquel Moritz fevereiro 28, 2014

    Oi Ju!

    Pena que você não gostou do filme Its Kind of a Funny Story. Gosto dele pelo realismo. É baseado na vida do autor e, fico triste em ver que o final é relativamente feliz, mas anos depois ele se matou. :/ O livro é foda.

    Beijocaaa :* ♥

    • Juliana fevereiro 28, 2014

      Adoro esse nome dele “It’s Kind of a Funny Story”, haha. Então, nem é que eu não gostei, até achei bonitinho e simpatizei com o protagonista… mas acho que eu esperava mais! Nem lembrava de que era sobre a vida do autor. De fato, é triste ver que o final do filme termina bem e que na realidade ele se matou anos depois. 🙁 Tenho vontade de ler o livro! (:
      Beijos!

  • Laurita fevereiro 27, 2014

    Hola “Alem da vida” es una hermosa película, con toques de la “Divina Comedia” de Dante. Saludos.

    • Juliana fevereiro 28, 2014

      Sí, la película “Alem da Vida” es fantástica! Gracias por su visita! Besos!

  • Daniela Farias fevereiro 27, 2014

    Nossa, Além da Vida é lindo e eu sempre choro!
    Sempre via fotos e gifs desse filme Se Enlouquecer Não se Apaixone mas nunca soube o nome! Agora vou assistir 😀
    Adorei o post!
    Beijocas!

  • Renata Pereira da Silva fevereiro 27, 2014

    Desses eu só vi amor além da vida, na verdade acho que já vi mais de um milhão de vezes pois adoro! Gosto muito do Robin Willians desde uma babá quase perfeita passando pelo gênio do Aladdin. Curto mesmo! Gosto da ideia de um amor incondicional que tenta vencer todos os obstáculos (suspirando).
    Bjs

    • Juliana fevereiro 27, 2014

      Nossa, também amo o Robin Willians! *-* Também já perdi as contas de quantas vezes assisti esse filme, é lindo demais! E o tema me interessa muito, essa coisa de religião, espiritualismo, almas gêmeas <3